TRILHA DE MOTOS
trilha de motos seu forum de aventura
TRILHA DE MOTOS

TRILHAS E AVENTURAS DE MOTO DE TRILHA

***OTICA NERIVAM GRANDE VARIEDADE DE ARMAÇÕES E OCULOS ESPORTIVOS PRAZERES JABOATÃO-PE F:81-34763315***


Medida Certa embalagens plasticas -- copos descartaveis, sacolas, sacos e etc. F-88371324/98806345
Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
» Medida certa embalagens plásticas
Ter 9 Dez 2014 - 20:18 por ERICK

» Duvidas Para Montar Minha Moto de Trilha
Sex 11 Abr 2014 - 16:29 por juliobounner

» Vendo XR 200R
Sab 8 Mar 2014 - 18:35 por Edinho

» CRF 250L 2013
Sex 20 Dez 2013 - 9:29 por Rodrigo Ferreira

» YZ 450 2011 ou KX 450 2012
Sex 13 Set 2013 - 11:27 por Taboca

» Carburador NX 150
Seg 9 Set 2013 - 18:31 por BILLY DIKID

» Xr 200 . duvida escapamento
Sex 14 Jun 2013 - 12:33 por Fortes Xrf

» Troca de pistão ou kit de potencia
Dom 10 Mar 2013 - 18:42 por Fortes Xrf

» XR 250 Tornado 2002
Qui 7 Mar 2013 - 16:01 por Hectorsilva

Navegação
 Portal
 Índice
 Membros
 Perfil
 FAQ
 Buscar

Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

18ª edição do Rally dos Sertões

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1default 18ª edição do Rally dos Sertões em Qui 18 Mar 2010 - 11:08

ERICK


Admin


O roteiro da 18ª edição do Rally Internacional dos Sertões está traçado. Após completarem o primeiro levantamento, Marcos Moraes, organizador da prova, e Edu Sachs, diretor técnico, têm poucas dúvidas sobre o que os competidores terão pela frente entre os dias 10 e 21 de agosto. O trabalho, todo realizado por avião, rendeu como o esperado e, mais uma vez, o nível técnico da maior aventura brasileira vai ser superado.

"Ficou excelente. Conseguimos fazer todas as etapas do rally com o mapeamento aéreo e um roteiro excepcional. A partir do terceiro dia, a prova permanecerá com um excelente nível técnico até o seu final. Todas as especiais serão difíceis a partir daí. O ponto alto vai ser a etapa maratona, que totalizará 700 quilômetros sem apoio mecânico, num circuito extremamente técnico, de muita areia, altas temperaturas e navegação por GPS", disse Moraes.

"Depois da etapa maratona, ainda teremos três dias difíceis de prova. A oitava etapa terá um pouco menos de dificuldade, mas também será muito boa, pois apresenta o diferencial de acontecer em serras, com trechos sinuosos. A nona e a décima etapa serão menores, mas bem duras, típicas de caatinga do sertão, e exigirão um nível altíssimo de navegação. Os competidores terão várias opções de estradas paralelas, que muitas vezes se cruzam. Se errar na navegação, corre o risco de não conseguir se achar depois. Nesses dois dias, o pessoal também enfrentará um percurso quebradeira, com pedras e rios secos pela frente", continuou Marcos.

Para realizar o primeiro levantamento, Moraes e Sachs trabalharam por mais de uma semana, voando em média seis horas por dia - total de 58 horas vôo, 12.760 quilômetros sobrevoados e 1.780 litros de gasolina de aviação consumidos. Apesar de enfrentarem chuva em grande parte das regiões sobrevoadas e atrasarem a programação para buscarem alternativas mais seguras de vôo, ambos pré-definiram o roteiro, que já conta com três cidades reveladas - Goiânia (GO), Palmas (TO) e Fortaleza (CE) -, e voltaram satisfeitos também com as facilidades que serão proporcionadas à logística da segunda maior prova fora-de-estrada do mundo - atrás apenas do mítico Dakar.

"Este deve ser o melhor ano da história dos Sertões para a logística da prova, já que os deslocamentos serão menores e o asfalto será bom em quase todo o trajeto. Calculamos que apenas cerca de 60 quilômetros de asfalto serão ruins", continuou Moraes.

Mesmo com quase todo o Rally dos Sertões 2010 definido pelo mapeamento aéreo, Moraes e Sachs farão o segundo levantamento. Em abril, com o fim do período crítico de chuvas, ambos irão refazer o roteiro - desta vez, por terra - para tirar as poucas dúvidas que ficaram.

"Em função do que foi levantado, devemos permanecer com a prova do jeito que ficou. Na especial da quarta etapa, não sabemos a profundidade de um rio onde o pessoal deverá passar. Na época da prova, que acontece em agosto, estaremos no auge da seca e a passagem deve ser possível. Caso não seja, mudaremos um pouco o roteiro", completou o organizador do Rally Internacional dos Sertões.

BLOG DO LEVANTAMENTO
Está no ar o blog do levantamento do roteiro da 18ª edição do Rally Internacional dos Sertões. No www.webventure.com.br/blogsertoes, o público interessado pode acessar as informações e bastidores de todo o trabalho que está sendo desenvolvido por Marcos Moraes e Edu Sachs.


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

Ver perfil do usuário http://twitter.com/erickcavalcante

2default Re: 18ª edição do Rally dos Sertões em Qui 18 Mar 2010 - 15:10

ERICK


Admin
ERICK escreveu:


O roteiro da 18ª edição do Rally Internacional dos Sertões está traçado. Após completarem o primeiro levantamento, Marcos Moraes, organizador da prova, e Edu Sachs, diretor técnico, têm poucas dúvidas sobre o que os competidores terão pela frente entre os dias 10 e 21 de agosto. O trabalho, todo realizado por avião, rendeu como o esperado e, mais uma vez, o nível técnico da maior aventura brasileira vai ser superado.

"Ficou excelente. Conseguimos fazer todas as etapas do rally com o mapeamento aéreo e um roteiro excepcional. A partir do terceiro dia, a prova permanecerá com um excelente nível técnico até o seu final. Todas as especiais serão difíceis a partir daí. O ponto alto vai ser a etapa maratona, que totalizará 700 quilômetros sem apoio mecânico, num circuito extremamente técnico, de muita areia, altas temperaturas e navegação por GPS", disse Moraes.

"Depois da etapa maratona, ainda teremos três dias difíceis de prova. A oitava etapa terá um pouco menos de dificuldade, mas também será muito boa, pois apresenta o diferencial de acontecer em serras, com trechos sinuosos. A nona e a décima etapa serão menores, mas bem duras, típicas de caatinga do sertão, e exigirão um nível altíssimo de navegação. Os competidores terão várias opções de estradas paralelas, que muitas vezes se cruzam. Se errar na navegação, corre o risco de não conseguir se achar depois. Nesses dois dias, o pessoal também enfrentará um percurso quebradeira, com pedras e rios secos pela frente", continuou Marcos.

Para realizar o primeiro levantamento, Moraes e Sachs trabalharam por mais de uma semana, voando em média seis horas por dia - total de 58 horas vôo, 12.760 quilômetros sobrevoados e 1.780 litros de gasolina de aviação consumidos. Apesar de enfrentarem chuva em grande parte das regiões sobrevoadas e atrasarem a programação para buscarem alternativas mais seguras de vôo, ambos pré-definiram o roteiro, que já conta com três cidades reveladas - Goiânia (GO), Palmas (TO) e Fortaleza (CE) -, e voltaram satisfeitos também com as facilidades que serão proporcionadas à logística da segunda maior prova fora-de-estrada do mundo - atrás apenas do mítico Dakar.

"Este deve ser o melhor ano da história dos Sertões para a logística da prova, já que os deslocamentos serão menores e o asfalto será bom em quase todo o trajeto. Calculamos que apenas cerca de 60 quilômetros de asfalto serão ruins", continuou Moraes.

Mesmo com quase todo o Rally dos Sertões 2010 definido pelo mapeamento aéreo, Moraes e Sachs farão o segundo levantamento. Em abril, com o fim do período crítico de chuvas, ambos irão refazer o roteiro - desta vez, por terra - para tirar as poucas dúvidas que ficaram.

"Em função do que foi levantado, devemos permanecer com a prova do jeito que ficou. Na especial da quarta etapa, não sabemos a profundidade de um rio onde o pessoal deverá passar. Na época da prova, que acontece em agosto, estaremos no auge da seca e a passagem deve ser possível. Caso não seja, mudaremos um pouco o roteiro", completou o organizador do Rally Internacional dos Sertões.

BLOG DO LEVANTAMENTO
Está no ar o blog do levantamento do roteiro da 18ª edição do Rally Internacional dos Sertões. No www.webventure.com.br/blogsertoes, o público interessado pode acessar as informações e bastidores de todo o trabalho que está sendo desenvolvido por Marcos Moraes e Edu Sachs.


Fonte:
Equipe MOTO.com.br

<TABLE border=0 cellSpacing=0 width=380 align=center>

<TR>
<td>Ministério do Turismo renova apoio no Sertões 2010
DUNAS RACE/REUNION PRESS

18ª edição da maior aventura brasileira acontecerá entre 10 e 21 de agosto de 2010

Com mais de sessenta veículos já confirmados, a 18ª edição do Rally Internacional dos Sertões, que vai largar em Goiânia (GO) e chegar em Fortaleza (CE), continua traçando uma trilha de sucesso nove meses antes do seu início. A Dunas Race, organizadora da competição, confirma a renovação do apoio do Ministério do Turismo ao evento que, este ano, atravessou o coração do Brasil percorrendo 5.045 quilômetros.

A competição, que promove o esporte e a cidadania por meio de ações sociais, celebra a renovação da parceria, pois é reconhecido pelo Governo Federal como difusor de imagens positivas do Brasil para o mundo. A 18ª edição da segunda maior prova fora-de-estrada do mundo – atrás apenas do mítico Dakar – acontecerá entre os dias 10 e 21 de agosto de 2010.

"A renovação da parceria mostra a força do Rally dos Sertões, que vai completar 18 anos em 2010. É uma competição que desperta interesse no Governo, pois passa por várias regiões do Brasil e promove o país para o mundo. A renovação do apoio é o reconhecimento do Governo na representatividade e importância do Sertões como evento esportivo e social”, disse Roberto Gardano, Diretor Executivo da Dunas Race.

"Este acordo é de suma importância tanto para a competição, quanto para Goiás, que é beneficiado com a geração de divisas e estímulo ao turismo. Além disso, mediar o acordo é um reconhecimento ao trabalho realizado pela Goiás Turismo e todos os seus parceiros ao longo das edições da corrida”, declarou Carlos Ronay, diretor de Infraestrutura e Operações Turísticas do Estado de Goiás.

A assinatura da renovação do apoio do Ministério do Turismo acontecerá nesta quarta-feira (25/11), às 16h00, em Brasília (DF). Na ocasião, estarão presentes: Luiz Barreto, ministro do Turismo; Marcos Moraes, diretor presidente da Dunas; Barbosa Neto, presidente da Goiás Turismo; Carlos Ronay, diretor de Infraestrutura e Operações Turísticas do Estado de Goiás; Ayrton Pereira, secretário nacional de políticas do turismo; e Mário Moyses, secretário executivo do Ministério do Turismo.

Além da renovação do acordo entre a Dunas Race e o Ministério do Turismo, também será feita uma homenagem ao ministro Luiz Barreto e sua equipe, com a entrega de troféus e medalhas de honra ao mérito pelo apoio ao evento.

Mais informações acesse o site do evento: www.sertoes.com </TD></TR></TABLE>

Ver perfil do usuário http://twitter.com/erickcavalcante

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum